Estilos de Vida Saudáveis

A Actividade Física é Importante para a Saúde Psicológica?

Frequentemente algo ou alguém nos lembra da importância de realizarmos (mais) actividade física. E a maior parte de nós já pensou, nalgum momento, que deveria ser mais activo e fazer exercício.

O que é que conta como “fazer actividade física”?

Fazer actividade física não significa (apenas) correr a maratona, passar horas num ginásio ou fazer um desporto de grupo. Actividade física significa mexermo-nos e usar os músculos do nosso corpo. Fazer uma caminhada, subir as escadas do prédio ou limpar a casa também é actividade física.

Idealmente, a actividade física recomendada para um adulto, são cerca de 150 minutos por semana. Mas, quando não é possível atingir esse objectivo, é bom lembrarmo-nos que 10 minutos são melhor do que nada (e já nos trazem benefícios!). Apenas reduzir o tempo que passamos sentados já protege a nossa Saúde (por exemplo, ficarmos de pé enquanto falamos ao telefone ou levantarmo-nos sempre que quisermos mudar o canal da televisão).

Contudo, é sempre importante criarmos espaço e disponibilidade para o exercício. Ou seja, encontrar um tempo para fazer exercício de forma intencional. Idealmente, vestir roupa adequada e disponibilizar tempo para a sua realização.

E porque é tão importante manter a actividade física?

Para termos mais anos de vida e para os vivermos com qualidade. Para termos melhor Saúde Física (por exemplo, melhora a tensão arterial e reduz o risco de obesidade ou de ter um AVC) e também para termos mais Saúde Psicológica e Bem-Estar.

Sim, a actividade física não melhora apenas a nossa Saúde Física, é igualmente fundamental para a nossa Saúde Psicológica e Bem-Estar:

  • Ajuda-nos a sentir melhor, mesmo quando já nos sentimos bem.
  • Reduz a intensidade da tristeza e da ansiedade.
  • Ajuda a gerir e reduzir os níveis de stresse.
  • Faz-nos sentir bem connosco próprios e com o nosso corpo – o que melhora a nossa confiança, auto-estima e auto-imagem.
  • Melhora a Saúde do nosso cérebro, reforçando a nossa memória e criatividade.
  • Ajuda-nos a dormir melhor.
  • Ajuda-nos a sentir mais energia (física e mental). Dá-nos uma sensação de força e confiança.
  • Pode ser uma oportunidade de nos relacionarmos com outras pessoas e reforçarmos as nossas relações sociais.

Os benefícios da actividade física aplicam-se a todas as pessoas? Às crianças e idosos também?

Sim, os benefícios da actividade física para a Saúde Psicológica e o Bem-Estar aplicam-se a todas as pessoas, ao longo de toda a vida.

A prática de actividade física desde a infância está relacionada com maiores níveis de Bem-Estar e Saúde Psicológica na vida adulta. E, no caso dos idosos, a actividade física é essencial para um envelhecimento saudável e activo.

Quero fazer mais actividade física, mas é difícil…

Incorporar mais actividade física na nossa rotina diária pode parecer uma tarefa difícil – por preguiça, falta de tempo ou motivação.

No entanto, algumas sugestões podem ajudar a dar o primeiro passou ou a ultrapassar algumas barreiras:

Como é que a atividade física o pode ajudar a atingir os seus objectivos em diferentes áreas da sua vida – no trabalho, na vida familiar ou na saúde. Por exemplo, se o meu objectivo é ter saúde e energia para estar com os seus filhos, a actividade física pode ajudar-me.

Por exemplo, gosto de andar, mas sei que ao final do dia estou tão cansado que só me apetece sentar no sofá. Por outro lado, tenho um parque mesmo perto de casa e um amigo que vai fazer caminhadas logo de manhã cedo.

Para que a actividade física se torne um hábito é mais fácil se escolhermos um tipo de actividade que não implique grandes alterações naquelas que já são as nossas rotinas diárias. Por exemplo, é mais fácil passarmos a fazer uma caminhada à hora do almoço, quando já costumamos sair habitualmente para tomar café, do que fazer uma aula de fitness ao final do dia, num ginásio, quando costumamos estar cansados e seguir do trabalho directos para casa.

É mais fácil quando temos “aliados” – seja para nos relembrarem do nosso compromisso em fazer actividade física seja para nos acompanharem nesse exercício.

Por exemplo, encontrar novos locais para caminhar, variar o tipo de exercício físico, desafiar-se aumentando o nível de dificuldade, ouvir música, comprar uns ténis ou um monitor de actividade física.

Em vez de começar por querer fazer uma hora de exercício, comece por sessões mais pequenas (10-15 minutos) e vá aumentando a duração e a dificuldade do exercício físico. Quanto mais actividade física fizermos, mais energia teremos e mais fácil será fazermos mais exercício.

Se, durante a semana, lhe é difícil encontrar tempo para fazer actividade física, tire partido do fim-de-semana. Mesmo se tiver de condensar a sua actividade física num ou dois momentos por semana, sentirá os benefícios na sua Saúde Física e Psicológica. Mexa-se sempre que tiver tempo.

Um Psicólogo pode ajudá-lo a fazer um plano para inserir a actividade física nas suas estratégias de autocuidado e bem-estar, facilitando a sua motivação e ajudando a resolver as dificuldades e barreiras à realização de exercício.

E quando nos sentimos mesmo “em baixo” e a última coisa que nos apetece fazer é actividade física?

Às vezes, quando não nos sentimos psicologicamente bem pode ser especialmente difícil fazer actividade física. Pode até ser frustrante ouvir falar sobre os benefícios de se ser mais activo. Se se sentir muito “em baixo”, não seja demasiado exigente consigo mesmo. Nesses momentos, pode ser mais importante focar-se noutros aspectos e integrar mais actividade física no seu dia-a-dia quando se sentir melhor.

Onde posso saber mais sobre actividade física?

No site da Direcção-Geral de Saúde, na página do Programa Nacional para a Promoção da Actividade Física pode saber mais e encontrar recursos relacionados com a actividade física.