Perturbação estado-limite da personalidade

A perturbação estado-limite da personalidade, também conhecida por perturbação borderline, é um problema de Saúde Psicológica afecta 1 em cada 100 pessoas.

Quando temos uma perturbação estado-limite da personalidade podemos ter alterações súbitas de humor, sentir emoções muito intensas (por exemplo, ansiedade, tristeza profunda, raiva) seguidas de um sentimento de vazio, indiferença ou solidão. Podemos ter pensamentos contraditórios(por exemplo, sentirmo-nos confiantes num dia e desesperados no outro) e comportamentos impulsivos e imprudentes (por exemplo, comer exageradamente ou gastar muito dinheiro). O sentido de identidade também varia (por exemplo, podemos sentir-nos bem connosco próprios num momento e maus e inúteis num outro) e pode haver momentos em que temos medo de ser  abandonados, rejeitados ou de ficarmos sozinhos.

Por implicar uma grande instabilidade das emoções e dos comportamentos, a perturbação estado-limite da personalidade pode ter impacto negativo em muitas áreas da vida. É frequente que façamos alterações súbitas na nossa vida (por exemplo, mudar de plano de carreira, de amigos, de valores e até de identidade de género), corramos riscos sem pensar nas consequências ou agredirmo-nos a nós próprios (por exemplo, fazermos cortes no corpo ou tomarmos álcool ou medicamentos em excesso), ou acreditemos em coisas que não são reais (por exemplo, ouvir vozes que não estão presentes). Em resultado, podemos enfrentar eventos negativos com maior frequência, por exemplo, perder o emprego, abandonar a escola ou a universidade, ter problemas com a justiça ou ter acidentes). Podemos ainda ter dificuldade em manter relações estáveis (se numa altura gostamos muito de uma pessoa, noutra altura podemos odiá-la) e mais frequentemente enfrentar situações de conflito, separação, divórcio ou relações abusivas.

A perturbação estado-limite da personalidade gera também muito sofrimento psicológico para nós e para os que nos rodeia. É possível que desenvolvamos outros problemas de Saúde Psicológica, como a depressão, ansiedade, perturbações alimentares ou consumo de substâncias. Podemos mesmo pensar em fazer mal a nós próprios ou ter pensamentos suicidas.

Sabe-se que a perturbação estado-limite da personalidade surge, com maior frequência, no início da idade adulta, sendo as causas muito diversas – resultando da combinação de factores genéticos (por exemplo, a existência de pessoas com o mesmo problema na família) e acontecimentos de vida (por exemplo, acontecimentos traumáticos). Uma vez que os sintomas são também diversos, o problema pode demorar a ser detectado ou confundir-se com outros problemas de Saúde Psicológica.

Existem tratamentos eficazes para a perturbação estado-limite da personalidade. O diagnóstico precoce é muito importante para aprender a gerir os sintomas e viver uma vida plena e satisfatória. Procure ajuda.

OLÁ,
EU SOU A ANA.
POSSO AJUDAR-TE?

Sou uma assistente virtual e posso
indicar-te informação e recursos úteis

OLÁ,
EU SOU A ANA,
POSSO AJUDAR-TE? FALA COMIGO