Procurar Ajuda

Procurar Ajuda de um Psicólog@? Porquê e Como?

Procurar ajuda, embora possa parecer algo simples, nem sempre é fácil.

Porque pode ser difícil procurar ajuda?

Quem e quando é que nos ensinaram a procurar ajuda? Parece ser algo que é esperado que saibamos o que é e como fazer sem nunca ninguém nos ter ensinado ou mostrado como se faz.

Embora procurar ajuda possa ser um passo importante para melhorar ou manter a nossa Saúde Psicológica e Bem-Estar, pode ser difícil saber por onde começar ou a quem nos dirigirmos, pode levar algum tempo e ser particularmente difícil quando não nos sentimos bem. É natural também que tenhamos dúvidas sobre se precisamos realmente de procurar ajuda.

Para além disso, há um conjunto de factores que podem dificultar ainda mais a nossa procura de ajuda. Por exemplo:

  • O estigma associado às dificuldades e problemas de Saúde Psicológica. Podemos ter receio que nos considerem “malucos” e que procurar um/a Psicólogo/a possa pôr em causa a nossa “reputação”. As dificuldades e problemas de Saúde Psicológica ainda são consideradas, por algumas pessoas, como “coisas que se passam só na nossa cabeça” e que se resolvem com “força de vontade”. Estas ideias não correspondem, de todo, à realidade. Saiba mais sobre Dificuldades e Problemas de Saúde Psicológica.
  • O facto de, frequentemente, nós próprios preferirmos não admitir que algo menos bom se passa connosco, porque acreditamos que “devemos ser fortes e resolver os nossos problemas sozinhas/os” e que pedir ajuda é sinal de fraqueza. Ou considerarmos que as nossas dificuldades ou problemas, comparativamente às de outras pessoas, não são suficientemente importantes. Na verdade, procurar ajuda é um sinal de coragem e confiança e um/a Psicólogo/a não nos dirá o que fazer nem resolverá os nossos problemas por nós, mas ajudar-nos-á a encontrar as nossas respostas.
  • Pensarmos que falar sobre as nossas dificuldades e o que nos preocupa vai tornar tudo pior. Ou, simplesmente, não sabermos bem o que se passa connosco. Na realidade, o que acontece quando falamos com um/a Psicólogo/a sobre pensamentos e sentimentos que são difíceis para nós é que a sua intensidade diminui, nos sentimos menos sozinhos e podemos encontrar nossas perspectivas e soluções para o que nos perturba.

Porque devemos procurar ajuda?

nalguns momentos da nossa vida, precisarmos de ajuda para resolver um problema, dividir preocupações ou tomar decisões importantes.

por isso, não há necessidade de sofrermos em vão. Tal como procuramos um médico quando temos uma doença física, devemos procurar um profissional de saúde, nomeadamente um/a Psicólogo/a, quando sentimos dificuldades e problemas de Saúde Psicológica.

(e não de fraqueza!). Todos podemos ter dificuldades ou problemas de Saúde Psicológica, na realidade, pelo menos 1 em cada 5 portugueses sofreu, sofre ou sofrerá de um problema de Saúde Psicológica. E todos nós passamos por momentos difíceis ao longo da nossa vida e podemos precisar de ajuda para lidar com eles da melhor forma.

Por isso, não tenha receio de procurar ajuda e saiba que é uma decisão corajosa e sensata que pode tomar. É difícil, mas vale a pena, pois pode beneficiar muito com ela.

Mesmo que se sinta completamente sozinha/o neste momento e sem ninguém a quem recorrer, saiba que não está sozinha/o. Ligue para o Serviço de Aconselhamento Psicológico da Linha SNS24 (808 24 24), fale com um/a Psicólogo/a, disponível gratuitamente 24h por dia, todos os dias.

Quando devemos procurar ajuda?

Podemos procurar a ajuda de um/a Psicóloga/o por diversas razões. E, em diferentes momentos da nossa vida, podemos procurar a ajuda de um/a Psicólogo/a por motivos diferentes.

Às vezes, as dificuldades e problemas de Saúde Psicológica estão relacionadas com acontecimentos significativos da nossa vida, por exemplo, um divórcio, uma doença, uma situação de desemprego não esperada ou de violência ou a necessidade de cuidar de um familiar ou amigo doente. Mas, nem sempre.

Não precisamos de esperar por situações de crise ou por estarmos desesperados para pedir ajuda – pelo contrário, quanto mais cedo procurarmos ajuda, melhor (mais eficaz será a solução das dificuldades e problemas). Basta termos algo que nos incomoda ou experiências dolorosas no nosso passado que nos desconfortam, interferem com a nossa vida e nos impedem de atingir os nossos objectivos, sentirmos dificuldades em determinadas relações, andarmos mais tristes e preocupados do que é costume, sentirmo-nos infelizes no nosso trabalho ou apenas querermos descobrir mais sobre nós e desenvolvermo-nos.

É importante estar atento a sinais como:

  • Ansiedade, preocupação e medo intensos e persistentes.
  • Sentimentos de tristeza duradouros.
  • Baixa auto-estima.
  • Dificuldades de concentração.
  • Falta de prazer nas actividades de lazer habituais.
  • Sentimentos de desespero.
  • Ficar facilmente irritado e zangado.
  • Falta de motivação.
  • Alterações nos padrões de sono ou alimentação.
  • Evitar familiares e amigos e isolar-se.
  • Agressividade contra si próprio ou contra outros (por exemplo, auto mutilar-se, envolver-se em lutas ou ter ideação suicida).
  • Consumo excessivo de álcool e drogas.

Às vezes, os sinais de que algo não está bem são muito evidentes (por exemplo, querermos magoar-nos a nós próprios ou termos ideias suicidas). Outras vezes, são mais subtis (por exemplo, perdermos interesse nas nossas actividades de lazer favoritas ou alterações nos nossos hábitos de sono e alimentação). Outras vezes ainda, algo parece estranho, mas não sabemos muito bem explicar o que é. É importante prestarmos atenção a todos os sinais e monitorizarmos a forma como nos sentimos. Preencha a Checklist Como me Sinto?.

Não ignore os sinais de alerta ou a sua sensação de que “alguma coisa não está bem”. Não desvalorize as dificuldades e os problemas na esperança que desapareçam sozinhos.

E lembre-se que não é necessário ter um “problema” para procurar a ajuda de um/a Psicólogo/a. Um/a Psicólogo/a pode ajudar-nos se tivermos um sentimento geral de que algo não está bem ou se quisermos descobrir e criar um propósito para as nossas vidas.

Como podemos procurar ajuda?

Se se sentir confortável em partilhar com familiares ou amigos que está à procura de apoio para a sua Saúde Psicológica e bem-estar, peça-lhes uma recomendação. Pode também pedir referências ao seu Médico de Família.

Pode procurar Psicólogas/os tendo por base a sua localização geográfica (https://encontreumasaida.pt/)

Em Portugal, a inscrição na Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) é uma condição legal necessária para o exercício da Psicologia. Para confirmar se determinada/o Psicóloga/o é um profissional qualificado procure pelo seu nome ou número de cédula profissional no Directório da OPP.

Encontre outros recursos e informações sobre Procurar Ajuda aqui.

Se já procurou ajuda e não resultou, tente novamente. Irá encontrar alguém com quem se identifique e se sinta apoiado. Existem na Psicologia diferentes abordagens, com eficácia comprovada, que podem funcionar connosco ou fazer-nos mais sentido.

Se está numa situação de crise, ligue para o Serviço de Acompanhamento Psicológico da Linha SNS24 (808 24 24 24).

Lembre-se que para mantermos a nossa Saúde Psicológica é preciso cuidarmos de nós, todos os dias. Saiba mais sobre a importância e estratégias de autocuidado aqui.