Estou Desempregado

Análise SWOT

A análise SWOT é uma ferramenta de auto-avaliação, que contribui para o desenvolvimento do autoconhecimento, e facilitar a que tome maior consciência dos seus pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e barreiras. 

A Matriz SWOT foi criada por Albert Humphrey, consultor de gestão de negócios, nas décadas de 1960 e 1970, para ser usada em empresas, como forma de avaliar o ambiente e auxiliar nas estratégias e tomadas de decisão. No entanto, esta ferramenta tem imensas potencialidades na avaliação de questões pessoais, de projectos, produtos e ao nível da gestão de carreira.

A sigla SWOT faz alusão às dimensões sobre as quais ajuda a REFLECTIR: Forças (Strenghts); Fraquezas (Weaknesses); Oportunidades (Opportunities); e Ameaças/Barreiras (Threats). Em português também pode ser conhecida por análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças).

Forças – Aspectos Positivos que são seus (Internos)

  • Que qualificações tenho?
  • Que trabalho(s) já fiz e por quanto tempo?
  • Que conhecimentos especializados possuo?
  • Que capacidades/talentos/competências possuo?
  • Quais os pontos fortes do meu carácter e da minha personalidade?
  • Quais são os meus contactos mais relevantes?
  • Em que situações me senti feliz e realizado?
  • Em que situações senti que dei um contributo que foi mais valorizado?

Fraquezas – Aspectos Negativos que são seus (Internos)

  • O que me limita?
  • Existem falhas relevantes nas minhas qualificações, experiência ou conhecimento?
  • Sofro de algum tipo de pressão ou dificuldade financeira?
  • Quais são os pontos fracos do meu carácter e da minha personalidade?
  • Em que circunstâncias me senti mais frustrado/a e infeliz?
  • Nos momentos em que o meu desempenho não foi tão bom quanto desejaria, o que me impediu de conseguir atingir o nível máximo?
  • Sou vulnerável em algum sentido: financeiramente, legalmente, fisicamente, etc.?

Oportunidades – Aspectos Positivos que são das circunstâncias que o rodeiam (Externos)

  • Há alguma vaga disponível ou prestes a abrir de que tenha conhecimento?
  • Há reestruturações prestes a acontecer que possam vir a deixar vagas em aberto?
  • Quais as vantagens e fraquezas dos meus concorrentes?
  • Há alguns nichos de mercado onde me possa inserir e explorar?
  • Existe hipótese de dar consultoria?
  • Que prémios, bolsas ou estágios estão disponíveis?
  • Há alguma oportunidade de patrocínio?
  • Os serviços locais oferecem já todas as condições necessárias ou necessitam de melhoramentos?
  • Será possível inovar com novas ideias, intervenções, novas formas de trabalhar?

Ameaças – Aspectos Negativos que são das circunstâncias que o rodeiam (Externos)

  • Mudanças no mercado;
  • Procedimentos legais;
  • Deterioração física de bens e propriedades;
  • Alterações de taxas e impostos;
  • Alterações ao nível legal e regulamentar;
  • Alterações menos favoráveis no panorama económico nacional ou local;
  • Inflacção;
  • Perda de imagem ou reputação;
  • Capacidades técnicas, conhecimentos e produtos obsoletos.

Com esta reflexão, poderá:

  • Tornar evidentes as suas forças, competências, aspectos mais positivos e relevantes para a procura de trabalho
  • Identificar pontos fracos, em relação aos quais fica mais consciente e poderá, eventualmente, decidir actuar;
  • Ficar mais alerta para as oportunidades que o rodeiam e assim mobilizar esforços;
  • Conseguir contornar melhor as ameaças com que convive.

Lembre-se que terá sempre mais poder para lidar com aquilo que são as suas características, e que pode ser mais benéfico centrar-se nos seus pontos fortes (e assim torná-los pontos excelentes) como forma de se destacar como um bom candidato ao emprego, do que ficar a “ruminar” nas fraquezas e naquilo em que não se destaca tanto.